sexta-feira, 23 de março de 2018

COMUNICAÇÃO DE CANCELAMENTO DE ASSEMBLÉIA GERAL PARA ESTA SEXTA-FEIRA (23 DE MARÇO DE 2018)


A Diretoria Executiva do SINDASP-PE informa que está cancelada a Assembleia Geral, desta sexta-feira (23 de março de 2018), tendo em vista o Estado ter comunicado ao SINDASP-PE sobre a publicação da lista de convocados para o Curso de formação e ter realizado a publicação do cronograma das etapas.

Nesta informação foi relatado que os convocados que passarem nas Etapas do concurso irão para o curso de formação, em meados de final de agosto de 2018
a setembro de 2018.



Terá um cadastro de reserva para futuras convocações como aconteceu com os concursados de 2009, até o preenchimento das vagas em lei que foi criada, ou seja, será convocados concursados aprovados futuramente para outras etapas.



No ano de 2016, foi acertado em assembleia geral que fossem convocados 200 (duzentos) concursados. Como o Estado já convocou 340 (trezentos e quarenta) para as outras etapas e assegura que aqueles que passarem irão para o curso de formação. O Sindicato está cancelando assembleia por motivos legais.



Primeiro, deve-se saber que o acordo de 2016 é para convocar 200 concursados e o Estado convocou 340 concursados. 



Segundo, o Estado estará convocando posteriormente outros concursados, dentro das regras editalícias. Deverão chegar a um total das vagas previstas em lei. (500)



Colocamos o nosso jurídico para combater o parecer da PGE, que diz que o Estado não pode aditar vagas no Edital, porém discricionariamente pode convocar mais concursados do que o previsto no Edital. Caso o Estado alterasse mudaria a regra do jogo e o concurso seria alvo de vários processos de embargo ou até cancelamento, como ocorreu com o concurso de Delegado.



Diante deste posição legal e do acertado, deve-se garantir o acordado anteriormente e mais serão convocados mais agentes.



A Atual Diretoria do SINDASP-PE está para garantir avanços, apesar de até sofrer críticas como aconteceu no ano de 2016, conforme o seguinte:



- Ocorreram críticas de sobrestados:



- Ocorreram críticas de novos e antigos sobre enquadramentos;



- Ocorreram críticas diante antigos querer lei de aposentadoria especial;



- Ocorreram críticas de igualdade no valor de PJES;



- Ocorreram críticas sobre  a criação da Central de custódia;



- Ocorreram críticas sobre a assembleia Geral de junho de 2016;



- Ocorreram críticas por falta de coletes balísticos, foram comprados e está sendo negociado mais;



- Ocorreram várias outras críticas.



Informamos que o Presidente do SINDASP-PE João Carvalho sempre tomou de frente as negociações com sabedoria,  inteligência e sempre procurou o melhor para categoria.



Sabemos da falta de efetivo, porém, foi publicado o cronograma das etapas do concurso e existe prazos para o cumprimento até o curso de formação.



O Caso do Agente Penitenciário Roberto Murilo para nós está como um herói. Informamos que a Secretaria de Justiça está providenciando a transferência do preso que matou para o regime de RDD. Ficou acertado isso.



Casos de segurança só serão resolvidos com efetivo e é isso que estamos realizando de forma negocial, legal e que seja agilizado o mais rápido possível.



DIRETORIA EXECUTIVA DO SINDASP-PE 
















Nenhum comentário:

Postar um comentário