quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

RESULTADO E DECISÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL DO DIA 21 DE FEVEREIRO DE 2017



A Diretoria do SINDASP-PE informa que no dia 21 de fevereiro de 2017, Terça-Feira, foi demonstrado a evolução nas negociações. No mesmo dia, a Diretoria do Sindicato foi convocada pela Secretaria de Administração para a reunião para discutir sobre a solicitação da pauta de negociação salarial. Após esta reunião o Sindicato trouxe o compromisso do Estado para a discussão em Assembléia, nos parâmetros discutido nas plenárias.

Nessa Assembléia foi demonstrado a transparência das negociações e praticado a democracia de direito a voz de participantes e retirado dúvidas durante a explanação. A Categoria mostrou-se perante a Sociedade que não é oportunista de se aproveitar de um momento conturbado que vive a Segurança Pública neste momento pré-carnavalesco.

Porém, na Assembléia apresentou-se o que o Governo efetivou em documento. Informamos que foi esclarecido ponto a ponto da evolução da negociação, como:

- Que no mês de janeiro teria acontecido perante a Secretaria uma reunião para tratar questões isonômicas com categorias da SDS, nas questões salariais em vários moldes e como foi discutido nas plenárias;

- Foi relatado que posteriormente ocorreu uma reunião técnica com o pessoal da SAD sobre as alterações no Plano de Cargos, sobre enquadramentos e criação de uma nova tabela;

- Declarou-se que posteriormente a Secretaria de Administração determinou a GGP/SERES a fazer o levantamento de dados como tempo de serviço público e privado nas pastas funcionais dos servidores e após este levantamento a GGP/SERES encaminhou na última semana para a Secretaria de Administração;

- Foi informado que na reunião na Secretaria de Administração no dia 21 de fevereiro de 2017, foi apresentado o trabalho realizado pela SAD em apenas quatro dias sobre o impacto financeiro;

- Relatou-se que o Secretário de Administração teria que levar tal impacto na cúpula do Governo sobre o referido impacto financeiro, porém foi amarrado o compromisso para que no dia 15 de março de 2017, o Governo trouxesse a resposta.

Diante do Exposto, existe uma pauta amarrada com deliberações de compromisso e ocorrerá uma reunião no próximo dia 15 de março de 2017 com a Secretaria de Administração para a referida resposta.

O Sindicato apresentou uma posição  trazendo um encaminhamento e que teve também pontos acrescidos por membros da Assembléia para ser apreciada pela categoria. Foi decido pela Assembléia de forma quase que com sua totalidade a aprovação do apresentado. A Decisão incluiu que caso o Estado não aprove a pauta nos termos apresentados,  está marcado um cronograma de mobilizações a partir do dia 17 de março de 2017, com várias etapas de mobilizações de forma crescente. Estas etapas serão informadas ao Estado em momento legal.

O  Sindicato ainda de forma democrática apresentou uma proposta de levar para a próxima reunião até dois membros da base e ainda colocou o nome para a apreciação como: Luciano Lira, Adielton, Angelo, Aglani e Aurineque e foi aceito pela Assembléia. Diante da transparência e lisura foi aprovado todos os termos apresentados.

O Sindicato informa que seguindo a decisão da Assembléia Geral, seguirá em todos os termos discutidos na Assembléia Geral do dia 21 de fevereiro de 2017, e aguardará até o dia 15 de março de 2017, na reunião já agendada com a Secretaria de Administração a resposta do Governo, e que após esta resposta levará para uma Assembléia Geral no dia 16 de março de 2016, para a aprovação da proposta ou recusa, bem como a suspensão do cronograma jà estabelecido ou da sua ratificação do cronograma.

SINDASP-PE trabalhando cada vez mais por você.





Nenhum comentário:

Postar um comentário