quarta-feira, 30 de março de 2016

DIÁRIO DE PERNAMBUCO

Denúncia: Dentento opera máquina de raio x no Complexo do CuradoAparelho é utilizado para detectar metais nos produtos que chegam à unidade em dias de visita

Publicado em: 30/03/2016 16:39 Atualizado em:

Foto: TV Clube/Record/Reprodução
Foto: TV Clube/Record/Reprodução
O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco denunciou, nesta quarta-feira, que detentos estão operando a máquina de raio x do Presídio Agente Marcelo Francisco de Araujo, o PAMFA, no Complexo Prisional do Curado, no Recife. A entidade divulgou imagens que mostram um presidiário passando os produtos levados durante a visita pelo aparelho. O conteúdo foi exibido no programa Balanço Geral, da TV Clube/Record.

De acordo com o presidente do sindicato, João Carvalho, o Complexo reúne uma série de irregularidades que vão além de detentos cumprindo funções de agentes. Em outra cena, a filmagem revela um mercado dentro do pavilhão H do Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros, o PJALLB. A quantidade de produtos impressiona. Há até mesmo material de limpeza.

Todo os vídeos serão encaminhados ao Ministério Público de Pernambuco e o sindicato adiantou que quer uma reunião com a Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco. 

Seres
Procurada pela equipe de reportagem do Balanço Geral, a Seres informou - através de nota oficial - que a direção do PAMFA não teria autorizado o detento a entregar pertencer aos visitantes como aparece nas imagens e afirmou que já começou a apurar a denúncia. Sobre a cantina, a Seres adiantou que está verificando se as imagens foram mesmo feitas dentro de uma unidade prisional do estado.

FONTE:

Nenhum comentário:

Postar um comentário