quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

NOTÍCIAS DO DIÁRIO DE PERNAMBUCO

O suspeito alegou que arsenal encontrado seria para a proteção pessoal dele

POLÍCIAMédico de penitenciária é preso com armas e toucas ninjas após perseguição policial

Publicado em: 20/01/2016 13:48 Atualizado em: 20/01/2016 14:10


Uma caçada policial entre as cidades de Paulista e Abreu e Lima terminou na prisão de um médico que trabalha na penitenciária Barreto Campelo. No veículo de Carlos José Vasconcelos Vitoriano de Mendonça, um utilitário Santa Fé, a polícia encontrou um verdadeiro arsenal: um facão, uma faca de caça, um canivete, duas toucas ninjas, um revólver, três munições (sendo uma deflagrada) e dois bonés de uma segurança patrimonial, além de uma quantidade de dinheiro ainda não contabilizada.

O caso começou por volta das 8h40 quando o Batalhão de Polícia Rodoviária do Estado parou o médico em uma blitz e constataram que ele estava com impostos atrasados. “Comunicamos que o carro seria apreendido e pedimos encarecidamente para ele encostar o automóvel. Foi então que ele fugiu em alta velocidade”, contou o major Cláudio, em entrevista a TV Clube/Record. 

De acordo com o policial, a perseguição seguiu até Abreu e Lima, quando o carro do médico ficou preso no trânsito por conta da passagem de uma carreta. “Fizemos então a abordagem e encontramos o arsenal no carro”, disse o major. O suspeito foi levado para a delegacia de Abreu e Lima, onde presta depoimento. “Depois de várias indagações, ele afirmou que havia dado a arma para uma pessoa que ele contratou como segurança particular dele. Ele disse ainda que o dinheiro em espécie era de consultas médicas que ele fazia”, adiantou o major Cláudio. O delegado responsável pelo caso, Victor Hugo, afirmou à PM que o médico será autuado em flagrante por porte ilegal de arma e desobediência, entre outros crimes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário