domingo, 27 de setembro de 2015

COMUNICADO A CATEGORIA


O Sindicato conseguiu que o Estado assinasse um compromisso que permitirá uma reunião para tratar das questões de repercussão financeira, quando da saída do limite prudencial.

A negociação política assegura que caso ocorra gasto de despesa de pessoal com outras categorias permite que o Sindicato possa ser chamado e negocie com o Estado.



Esclarecemos que o  Sindicato não negociou ainda nenhuma pauta salarial de 2015, apenas trouxe algumas vantagens e outras que estarão sendo encaminhadas a Assembléia Legislativa nos próximos dias.

É fato que o Estado passou do limite prudencial, conforme está visto no portal da transparência. Legalmente, o Estado fica proibido de concessão de reajustes ou de criar legislações que promovam o aumento da repercussão financeira permanente. Algumas repercussões financeiras  são considerados custeios e tem caráter indenizatório, podendo em alguns casos serem concedidos. 



Estamos alertas com negociações de outras categorias ou se o Estado está aumentando despesa em folha ou custeio. Caso abra para outras categorias iremos pedir a extensão de tais benefícios.

O Sindicato informa que no momento da negociação salarial, será convocada uma Assembléia Geral.


O Sindasp-PE irá sempre assegurar pela legalidade e não colocará a categoria no fundo do poço por posições políticas.


OBSERVE O DOCUMENTO QUE COMPROVA QUE ESTÁ ABERTO A PAUTA SALARIAL NO ITEM 1:

ESTA NEGOCIAÇÃO FOI NO MÊS DE AGOSTO


Nenhum comentário:

Postar um comentário