segunda-feira, 9 de março de 2015

Denúncia do SINDASP-PE repercute na mídia

O Sindasp-PE denunciou à imprensa mais uma fuga de presos no Complexo do Curado. Vários meios de comunicação publicaram matérias, que contaram com informações do sindicato e com nossa opinião sobre a falta de efetivo nos presídios em Pernambuco. Confira abaixo:


Blog da Segurança Pública, do Diario de Pernambuco
Presos fogem pelo muro do Complexo do Curado


Foto: Sindasp-PE/Divulgação
Corda utilizada para a fuga dos presos. Foto: Sindasp-PE/Divulgação
A corda usada pelos detentos foram encontras pelos agentes penitenciários durante uma vistoria na unidade. O Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário do Estado de Pernambuco (Sindasp-PE) afirma que a fuga aconteceu devido à falta de segurança nas unidades prisionais e às guaritas que estão desativadas no Complexo do Curado. Informações extra-oficiais revelam que cerca de seis presos teriam escapado.
Bloqueadores instalados no presídio estão prejudicando os vizinhos
Algumas guaritas estão sem policiamento. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press
Em nota, o Sindasp-PE ressalta que “embora o Estado tenha convocado 126 novos agentes penitenciários para compor o quadro, estes apenas substituíram as baixas e aposentadorias. Pernambuco continua com um dos piores déficits de pessoal de todo o país e com a necessidade de contratar mais 4.700 agentes penitenciários.
Também por meio de nota, a Seres afirma que “três detentos conseguiram fugir do Presídio Frei Damião de Bozzano tilizando uma corda tipo “tereza”. O detento Welvistone Pereira já foi recapturado pela Polícia Militar. A polícia continua a procura dos detentos que fugiram e a Secretaria Executiva de Ressocialização está realizando uma investigação interna para apurar os fatos.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário