sábado, 31 de janeiro de 2015

COMUNICADO: RESUMO DE HOJE DA OPERAÇÃO PADRÃO

A diretoria do sindasp chegou ao complexo do curado às 6:30 hs para o apoio aos companheiros que estavam no plantão e para conscientizar a todos da necessidade de aderir ao movimento. As 03 (três) unidades cumpriram o POP,só iniciando a visita às 8:30 hs.

Por volta das 7:30 hs, tivemos um princípio de tumulto decorrente do boato de que não haveria visitas, o que agitou os presos do pjjalb que começaram a atirar pedras contra a gaiola e tentaram tomar a permanência. Os agentes e PMs reagiram e contornaram o tumulto.

O secretário da SERES compareceu ao complexo, chamou o sindasp e representantes da base para conversar. Entre os presentes estavam: Nivaldo, Carvalho, Márcia, Sandro Aires, Joaquim, Wilson, Leônidas, Leo Chenichiarro, Márcio Coelho, João Bosco, Wallas e Dan. 

Após longo debate onde expusemos as razões de nossa mobilização, frisando a insatisfação da categoria pelo posicionamento equivocado do Secretário Pedro Eurico, como também pela falta de condições mínimas de trabalho, não só no complexo, mas em todo o sistema prisional. O secretário Vespaziano colocou seu posicionamento enquanto governo. 

O Secretário informou que está publicando uma portaria com alteração  do horário de visitas mediante a situação de emergência, e que faria gestão para o encontro com o secretário Pedro Eurico, em regime de urgência, para tratar de questões pendentes e resposta a pauta da categoria. 

Ato contínuo o grupo de agentes saiu da reunião para ponderar acerca da proposta de conduzir a visita do domingo como vinha ocorrendo. O Secretário Vespaziano  confirmou que marcaria a reunião com o Secretário Pedro Eurico com o Sindasp e representantes da base.

Após debate interno do grupo de agentes presentes com o sindicato deliberou-se que um dos objetivos foi alcançado: sentar para tratar de nossa condição de trabalho com o governo com a perspectiva de que sejam apresentados os prazos para as ações mais urgentes. 

Voltando a sala, o Secretário Vespaziano afirmou  que na próxima quarta-feira, às  15:00, o Secretário Pedro Eurico receberá o sindicato e representantes da base para repassar as repostas e encaminhamentos do governo.

O grupo decidiu que a operação padrão continuaria, contudo não criaria obstáculo ao início das visitas às 7:00 do domingo, na condição de que se nenhuma resposta efetiva sobre o nosso problema fosse apresentada, a paralisação do próximo final de semana ocorrerá e em seguida acontecerá a assembléia geral para deliberar sobre paralisação por tempo indeterminado.

Conclusão:  Diante das circunstâncias e da possibilidade de avanço das negociações, ocorrerá a visita às 7:00 horas do domingo sem prejuízo da operação em todas as unidades, e não havendo a  reunião, acontecerá a paralisação de 48 horas, e posteriormente assembléia Geral decidirá pela paralisação por tempo indeterminado.

VÍDEO DA REUNIÃO

FALA  AUTORIZADO PELO SECRETÁRIO SE COMPROMETENDO:



Um comentário:

  1. Nas reivindicações naos estão presentes a convocação dos aprovados no concursode 2009?

    ResponderExcluir