quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

NOTÍCIA DA FOLHA DE PERNAMBUCO DIA 31 DE JANEIRO DE 2013

Grande Recife

Falta de efetivo criticado por categoria 
31/01/2013 - 02:02

Para o Sindasp-PE, um número adequado de agentes penitenciários poderia ter evitado a fuga de detentos do Presídio Frei Damião de Bozzano, no Complexo do Curado, antigo Presídio Aníbal Bruno, no último sábado. “São dez agentes de plantão. No dia da fuga ha­via sete porque um estava de folga e dois fazendo a custódia de detentos em hospitais. Isso mostra a falta de efetivo e de estrutura”, apontou o presidente da entidade, Nivaldo de Oliveira Júnior.

Ele afirmou ter acompanhado a contagem dos reedu­candos no dia da fuga. “Após a recaptura dos 16, ainda faltavam 65. Não fugiram mais presos porque alguns que trabalham como chaveiro, o que eles chamam de assistente operacional, fecharam as grades e impediram que outros saíssem”, revelou.

O número apontado pelo Sindasp-PE é quase três vezes maior do que o oficial divulgado pela Seres, que afirma que 21 presos continuam foragidos e 17 foram recapturados. A secretaria informou ainda que uma média de 30 agentes de segurança penitenciária atuam diariamente no Presídio Frei Damião de Bozzano e que, além disso, a segurança da unidade é reforçada por policiais militares (guaritas) e motopatrulhamento (área externa). Uma sindicância irá determinar em que circunstâncias o episódio aconteceu.

No próximo domingo, a Ouvidoria de Direitos Humanos de Pernambuco estará das 8h às 13h dentro da unidade prisional para atender as famílias dos detentos. Eles irão prestar esclarecimentos sobre a fuga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário