sexta-feira, 1 de abril de 2011

A ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DECIDIU PELA PARALISAÇÃO GERAL DE 24 HORAS NESTA SEGUNDA - FEIRA


OFÍCIO DO SECRETÁRIO ( PROPOSTA)


AO 1º (PRIMEIRO) DE ABRIL DO ANO DE 2011 (DOIS MIL E ONZE), EFETUANDO A PRIMEIRA CONVOCAÇÃO ÀS 15:30 HORAS PARA A MAIORIA DOS SÓCIOS, INICIADA APÓS A SEGUNDA CONVOCAÇÃO  REALIZADA ÀS 16:00 HORAS COM OS SÓCIOS PRESENTES, CONVOCADA PARA DECIDIR E DELIBERAR SOBRE AS NEGOCIAÇÕES DO ACORDO COLETIVO 2010, TRATOU-SE  DO TEOR DO OFÍCIO SERES Nº 393/2010, DE 22 DE JUNHO DE 2010  E  DECIDIU SOBRE O DOCUMENTO  APRESENTADO DA NEGOCIAÇÃO DA ADEQUAÇÃO DA CARGA HORÁRIA PELOS VENCIMENTOS E ISONOMIA, BEM COMO A CONTINUIDADE DAS REMUNERAÇÕES CONSEGUIDAS NO ACORDO COLETIVO DE 2010, OU SEJA PJES ATÉ JUNHO DE 2011. SERÃO TRATADOS  OS ITENS DO DOCUMENTO NAS QUESTÕES DA  EFETIVAÇÃO DO TERMO SERVIDOR POLICIAL CIVIL EM JUNHO DE 2011, AS DISCUSSÕES DA DATA DA REUNIÃO EM ABRIL DE 2011, AS DISCUSSÕES DA COMISSÃO DE TRABALHO, SINTESE DE ATRIBUIÇÕES, CARGA HORÁRIA E ISONOMIA. FOI AVALIADO O DOCUMENTO QUE FOI APRESENTADO PELA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO ATRAVÉS DO OFÍCIO SEPRI/SERESº Nº 001/2011. SENDO TAMBÉM TRATADA A QUESTÃO DO ACORDO COLETIVO DE 2011. A ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DE HOJE (01.04.2011)  CUMPRINDO EXIGÊNCIAS DO EDITAL DE CONVOCAÇÃO E DO ESTATUTO, ANALISOU, DISCUTIU, DECIDIU, DELIBERANDO E RATIFICANDO APÓS VOTAÇÃO POR MAIORIA DOS PRESENTES QUE DEVE SE FAZER MOBILIZAÇÕES, E BUSCAR MEIOS DE NEGOCIAÇÕES ATÉ JUNHO DE 2011. A ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DELIBEROU PARALISAÇÃO GERAL DE 24 HORAS NA SEGUNDA–FEIRA (04 DE ABRIL DE 2011), ONDE SERÃO FEITAS MOBILIZAÇÕES COM MAIORES IMPLICAÇÕES GRADATIVAMENTE. DELIBEROU-SE NOVA ASSEMBLÉIA GERAL NO DIA 07 DE ABRIL DE 2011 FRENTE A SERES, ÀS 14:00 Hs PARA DELIBERAÇÕES DIVERSAS. O ENCAMINHAMENTO DA PROPOSTA DO OFÍCIO SEPRI/SERESº Nº 001/2011, NÃO FOI ACEITA PELA CATEGORIA, PELO NÃO CUMPRIMENTO DO PRAZO DO ACORDO. O QUE MOSTRA PROFUNDA  INSATIFAÇÃO DA CATEGORIA. A QUAL AGUARDA NOVOS ENCAMINHAMENTOS E PROPOSTAS  DO GOVERNO NA REUNIÃO DO DIA 06.04.2011, SUGERIDA NO CITADO OFÍCIO. A ASSEMBLÉIA GERAL DECIDIU QUE SERÃO MANTIDOS OS SERVIÇOS ESSENCIAIS: 1. CUMPRIMENTO DE ALVARÁ DE SOLTURA; 2. MANDADO DE PRISÃO E RECOLHIMENTO; 3. SOCORROS E EMERGÊNCIAS, SENDO MANTIDO 30% DO EFETIVO AGENTES PENITENCIÁRIOS NO ESQUEMA DE RODÍZIO, DEVENDO PERMANECER TODOS OS SERVIDORES NA PERMANÊNCIA  DA UNIDADE PRISIONAL E OS DA  SERES NO PÁTIO.
-
DIRETORIA DA ASPEPE

5 comentários:

  1. Caros Senhores , mostrem o ofício que a secretaria mandou para que possamos ver. grato ASP do interior

    ResponderExcluir
  2. Prezado Nivaldo será que com toda experiência sidical q vc tem já não deu pra perceber que esse Governo assim como o anterior não tem pré disposição nenhuma de conceder beneficios a nossa categoria? será que teremos q sermos passivos o tempo todo? Vamos sair do anonimato pow fazer greve com força de expressão sem demagogia e fazer valer os nosso direitos.
    Marcondes - PJPS-Caruaru/PE

    ResponderExcluir
  3. Companheiros,
    O Governador se encontra hoje 02/04 em Arcoverde, na AESA, vamos juntos expor nossa situação diretamente a ele, compareçam!!!

    ASP Marcos Ferro

    ResponderExcluir
  4. Acredito que fazer 30% é faz o sistema andar normalmente, temos que não fazer nada,não receber preso,não comparecermos no dia do pluri,entregar as malditas chefias e todos se comprometerem em não pegar a chefia do colega, quero ver quem vai dá cumprimento nos mandados de prisão e soltura de alvará.

    Sandro - P.V.S.A

    ResponderExcluir
  5. Caro Sandro,

    O Esquema de 30% do efetivo é para manter a legalidade. Tendo em vista, que o STF determina. Agora este efetivo de 30 % só será para os serviços essenciais.

    outro serviço está suspenso.

    Quanto a gratificação e PJES. Coloquei na assembléia este ponto,mas fui voto vencido.

    eles disseram que o Governo tirasse, mas não entregariam.

    carvalho.

    ResponderExcluir